Câmara não vota MP do Refis por falta de quórum

A Medida Provisória que permite a empresas um novo parcelamento de dívidas com a União não foi votada nesta segunda-feira, como previsto. O presidente da Câmara dos Deputados, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), encerrou a sessão extraordinária porque não havia quórum para votação, somente 78 de 513 deputados haviam registrado presença. Aldo espera alcançar quórum nesta terça-feira. Ele reconheceu a dificuldade para se votar a medida por conta da disputa eleitoral no próximo domingo em vários estados. "Conversei com os líderes e espero que o quórum seja alcançado amanhã", declarou.Se a chamada MP do Refis 3 não for votada até esta sexta-feira, 27, perderá a validade. A medida prevê renegociação de dívidas das empresas com a Receita Federal, com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.