Câmara instala CPI dos planos de saúde

A Câmara instalou nesta terça-feira em Brasília Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar denúncias relativas a planos de saúde, campeões de reclamações em órgãos de defesa do consumidor. Entre as queixas mais comuns constam recusa de atendimento para doenças preexistentes e cobrança elevada por mudança de faixa etária.Há três anos, o deputado Henrique Fontana (PT-RS), nomeado presidente da comissão, vinha tentando recolher assinaturas para instalar a CPI. A idéia ganhou força em fevereiro após divulgação de relatório do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec).Técnicos se passaram por consumidores e detectaram que, na média, os planos não cumpriam a maioria das regras da Lei 9.656, que regulamentou o setor. "Alguns atentam contra a ordem constitucional, legal, econômica e social do País", alegou Fontana no pedido de CPI.Nesta quarta-feira, a CPI, que terá como relator o tucano Ribamar Alves (PSB-MA) votará o cronograma de audiências. Serão convocados, pela ordem, órgãos de defesa do consumidor, médicos, empresas e a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que fiscaliza o setor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.