Câmara inicia votação da PEC 37

Presidente da Casa adiantou análise da proposta de emenda que alija poder de investigação do Ministério Público

Daiene Cardoso e Ricardo Della Coletta, Agência Estado

25 Junho 2013 | 20h29

BRASÍLIA - O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB/RN), decidiu nesta terça-feira, 25, mudar a ordem da votação dos projetos previstos para serem apreciados nesta noite pelo plenário. Após a aprovação da Medida Provisória 611, sobre recursos extraordinários para Ministérios, estava prevista a votação do projeto que prevê o uso dos recursos dos royalties do petróleo para Educação, mas Alves decidiu votar agora a PEC 37, que limita o poder de investigação do Ministério Público.

"A PEC 37 exige quórum qualificado e, portanto, não pode ficar para depois de votações que podem se alongar muito", argumentou. Uma nova sessão foi iniciada às 20 horas com a votação desta matéria. Para serem votadas, as propostas de emenda à Constituição precisam de 308 votos para aprová-la. Neste momento, há 442 deputados na Casa.

Após a apreciação da PEC, Alves prometeu voltar à discussão dos royalties do petróleo.

Mais conteúdo sobre:
votaçãoPEC 37Henrique Alves

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.