Câmara encerra sessão sem votar sistema financeiro

A sessão do plenário da Câmara foi encerrada sem que pudesse ser votada, hoje, em segundo turno, a proposta de emenda contitucional que altera o Artigo 192 da Constituição, que trata do sistema financeiro nacional. Ao encerrar a sessão, o presidente da Casa, deputado João Paulo Cunha (PT-SP), pediu às lideranças partidárias que busquem um acordo sobre um projeto de lei que trata de urgência constitucional e está trancando a pauta do plenário. Na sessão de hoje, um projeto em discussão que trata do seguro para empregadas grávidas provocou maior polêmica do que era esperado pelo vice-líder do governo, Professor Luizinho (PT-SP). João Paulo afirmou que o acordo é importante para viabilizar a votação, ainda na sessão de amanhã, da PEC que trata do Artigo 192.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.