Câmara e Senado só terão votações na próxima semana

Apesar de o Congresso retomar hoje os trabalhos depois do recesso parlamentar de julho, as votações na Câmara e no Senado foram marcadas apenas para a próxima semana. Até as eleições de outubro, os parlamentares estarão em um tipo de recesso branco, no qual serão marcadas votações durante seis dias em agosto e, provavelmente, três dias em setembro.Em agosto, na Câmara e no Senado, estão marcadas sessões deliberativas, ou seja, com pauta de votação, nos dias 10, 11, 12, 24, 25 e 26. No Senado, a prioridade é concluir a votação no plenário da proposta de emenda constitucional da reforma do Judiciário e votar o projeto que cria as parcerias público-privadas e o projeto de biosegurança, ambos em tramitação ainda nas comissões permanentes, além das cinco medidas provisórias que estão trancando a pauta. A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) deverá analisar também nos próximos dias a indicação do novo diretor de Política Monetária do BC, Rodrigo Azevedo. A indicação do novo diretor, no entanto, não havia chegado à CAE até ontem à tarde. Na Câmara, a prioridade é a votação do projeto que trata das agências reguladoras, a nova lei de falências, o projeto que cria a empresa brasileira de hemoderivados e a continuidade da votação em plenário da proposta de emenda constitucional da reforma da Previdência, conhecida por PEC paralela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.