Câmara do DF discute eleição indireta; OAB-DF faz ato contra intervenção

Entidades favoráveis a autonomia local planejam dar um abraço simbólico no prédio do STF

estadão.com.br

25 de março de 2010 | 11h31

A Câmara Legislativa do Distrito Federal realiza nesta quinta-feira, 25, às 15 horas, uma audiência pública para discutir os critérios da eleição indireta que vai escolher o sucessor do ex-governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), cassado por decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Além do convite feito a representantes do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a audiência é aberta a todos os interessados.

 

A escolha do novo governador, que permanecerá no cargo somente até 31 de dezembro deste ano, deve acontecer até 17 de abril, quando se encerra o prazo constitucional de 30 dias a partir da cassação do mandato de Arruda para a Câmara realizar a eleição.

 

Também nesta quinta-feira, 25, às 16 horas, representantes de mais de 50 entidades civis mobilizadas pela seção do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF) realizarão um ato contra o pedido de intervenção federal na unidade federativa. Em defesa da autonomia local, os integrantes do movimento planejam dar um abraço simbólico no prédio do Supremo Tribunal Federal (STF).

 

O ato marca a entrega do manifesto contra o pedido de intervenção no Distrito Federal ao presidente do STF, ministro Gilmar Mendes. Entre as organizações estão partidos políticos, associações comunitárias e representantes do setor produtivo e comercial. Integrantes de todas as entidades estarão na Praça dos Três Poderes, em frente ao Supremo, para participar do ato.

 

O pedido de intervenção apresentado pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, deve ser analisado pelo STF até o mês que vem. O relator do caso é o presidente do Supremo, ministro Gilmar Mendes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.