Câmara deve cassar Natan Donadon antes do recesso parlamentar

Casa está empenhada em acelerar o processo, disse o presidente Henrique Alves (PMDB-RN)

Daiene Cardoso , O Estado de S. Paulo

11 de julho de 2013 | 15h23

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), informou nesta quinta-feira, 11, que o deputado federal Natan Donadon (sem partido-RO) ainda não encaminhou sua defesa à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa, em que tramita o processo de cassação de seu mandato.

Assim, será nomeado um advogado dativo para representá-lo. Segundo Alves, a CCJ está empenhada para "acelerar esse processo" e concluir o rito antes do recesso parlamentar, previsto para a próxima semana.

Donadon ganhou na quarta-feira, 10, mais prazo para apresentar sua defesa após cancelamento de sessão ordinária. O prazo regimental é contabilizado em cinco sessões ordinárias e, havendo sessão, o prazo final do deputado se encerra nesta quinta.

O deputado teve seus salários interrompidos, seus seis funcionários já foram exonerados e seu gabinete será lacrado nesta quinta-feira. Donadon foi condenado por peculato e formação de quadrilha a 13 anos de prisão e está preso desde 28 de junho na Penitenciária da Papuda, em Brasília.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.