Câmara decide criar comissões temáticas para abrigar mais partidos

Decisão foi motivada pela criação do PSD: partido terá direito a comandar 2 comissões

Eduardo Bresciani, O Estado de S. Paulo

19 de fevereiro de 2013 | 17h46

BRASÍLIA - A Câmara dos Deputados decidiu nesta terça-feira,criar duas novas comissões temáticas para abrigar mais partidos políticos em cargos de relevância na Casa. Agora, serão 22 comissões, o dobro do que existe no Senado.

A mudança acontece com a separação da comissão de Turismo e Desporto em duas e com a criação de uma comissão de Saúde, mantendo-se a de Seguridade Social e Família, que tratava desse tema. A justificativa oficial dos deputados é que os assuntos desmembrados são relevantes e merecem um espaço específico para debate.

No pano de fundo da decisão, porém, está a criação do PSD. Como o partido conseguiu o direito à proporcionalidade, terá direito a comandar duas comissões. Com a criação de novos cargos pretende-se compensar os partidos que perderiam espaço para a nova legenda.

Os líderes partidários deixaram para a próxima semana a partilha dos cargos. Também ficou para a próxima semana a definição sobre a votação do projeto que acaba com o pagamento de 14º e 15º salários. Parlamentares presentes à reunião, porém, afirmaram que o presidente Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) prometeu pautar o tema em um tempo "curtíssimo". Outra proposta que será debatida na próxima semana é a que acaba com o voto secreto no Congresso. Neste caso, porém, não houve compromisso de votação.

Tudo o que sabemos sobre:
CâmaracomissõesPSD

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.