Câmara decide alterar tempo de discursos no plenário

A Câmara dos Deputados decidiu nesta quarta-feira, 14, aumentar em uma hora as sessões extraordinárias, que terão agora seis horas de duração. A mudança pretende atender uma reclamação dos deputados, que querem mais tempo para discursar.Por causa da decisão, as sessões devem começar uma hora mais cedo, às 13 horas, permitindo que um número maior de deputados possa se manifestar durante os cinco minutos conhecidos como "pinga-fogo".O outro momento da sessão, o chamado grande expediente, também passou por mudanças. Esse período passará a durar uma hora, mas o tempo reservado para cada deputado inscrito discursar será reduzido de 25 para 15 minutos.As mudanças aprovadas pela Câmara constam de um projeto que foi aprovado pela Mesa, mas que ainda precisa ser votado pelo plenário da Casa, porque altera o regimento interno.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.