Câmara de SP dará Medalha Anchieta a Haddad

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou na tarde desta quinta-feira a concessão da Medalha Anchieta, maior condecoração do município, ao pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad. A medalha será entregue ao ex-ministro da Educação no dia 3 de setembro, às 19 horas.

GUILHERME WALTENBERG, Agência Estado

14 de junho de 2012 | 19h10

A homenagem foi aprovada em votação simbólica. Apenas a bancada do PSDB registrou voto contrário. A homenagem foi proposta pelo vereador Francisco Chagas (PT). "O oferecimento se dá pelo trabalho dele como ministro (da Educação), ocorrido ao longo de seis anos. Foi o mais longevo da história da República. Ele criou o Prouni, o Enem. São avanços muito importantes", afirma.

Já o líder do PSDB na casa, Floriano Pesaro, afirma que a medalha é um "oportunismo eleitoral" que está sendo concedida no momento errado. "Há um momento inoportuno e um oportunismo eleitoral (na homenagem). Temos a maior greve das universidades federais da história, são 53 paradas, todos os cursos. Conceder uma medalha ao homem que até uns tempos atrás era o comandante desse sistema me parece um oportunismo eleitoral", afirma.

Tudo o que sabemos sobre:
CãmaraMedalha AnchietaHaddad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.