Câmara de São Sebastião-SP corta 55 funcionários

Para reduzir gastos e adequar a receita orçamentária, a Câmara de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, cortou hoje 55 funcionários comissionados. Entre os demitidos, há assessores de vereadores, advogados e diretores. Segundo o presidente da Câmara Municipal, Marcos Leopoldino (PDT), o corte foi necessário para que a Casa possa ajustar os dispêndios com servidores aos limites da Lei Orçamentária."Não tem como continuar, não podemos ultrapassar o que determina a lei." O redução prevê, de acordo com Leopoldino, uma economia de R$ 260 mil, uma vez que os salários dos demitidos variavam de R$ 1,5 mil a R$ 4,5 mil. "Não sei se haverá impacto no comércio ou na economia do município."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.