Câmara aprova verba para aumento de professores

A Câmara aprovou, em votação simbólica, projeto de lei que trata do aumento dos salários dos professores das universidades federais e das escolas técnicas. A aprovação do projeto permitirá um aumento linear de 13%, e para isso foram acrescentados, aos recursos destinados ao pagamento de professores no Orçamento, R$ 341 milhões. Os vencimentos serão reajustados a partir de 1º de fevereiro. O texto ainda será enviado ao Senado, mas consolida os termos do acordo entre os professores e o governo para o encerramento das greves nas universidades. O líder do PT na Câmara, Walter Pinheiro (BA), acusou o governo de não ter cumprido todos os termos do acordo, ao não atender integralmente a reivindicação da Associação Nacional dos Docentes de Ensino Superior (Andes), de aumento dos recursos para R$ 350 milhões. O deputado Nelson Marchezan (PSDB-RS) argumentou que a proposta original do Governo era de liberar apenas R$ 250 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.