Câmara aprova MP que cria o programa Bolsa Verde

O plenário da Câmara aprovou hoje medida provisória que cria a chamada "Bolsa Verde", com o pagamento trimestral no valor de R$ 300, pelo prazo de até dois anos, para as famílias em situação de extrema pobreza que realizarem atividades de preservação da natureza no meio rural. A MP integra o plano "Brasil sem Miséria", lançado pela presidente Dilma Rousseff em meados deste ano.

EUGÊNIA LOPES, Agência Estado

13 de setembro de 2011 | 20h38

A MP, que agora terá de ser votada pelos senadores, institui o Programa de Apoio à Conservação Ambiental. O benefício será pago às famílias em condições de extrema pobreza, ou seja, com renda per capita inferior a R$ 70 mensais. Pelos cálculos do governo, cerca de 16 milhões de pessoas ainda vivem em condições de extrema pobreza, sendo que, quase metade deles (46,7%) está no campo.

Mais conteúdo sobre:
CâmaraBolsa Verde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.