Câmara aprova criação de 1.853 cargos no Executivo

A Câmara dos Deputados aprovou a criação de 1.853 cargos no Executivo com aumento de gastos nas contas públicas previsto em R$ 103,3 milhões neste primeiro ano de contratação do pessoal. Os cargos serão preenchidos gradativamente a partir deste ano, de acordo com explicações do governo. São 1.293 cargos para o Itamaraty, divididos em 400 para a carreira de diplomata e 893 na carreira de oficial de chancelaria.

DENISE MADUEÑO, Agência Estado

25 de outubro de 2011 | 17h27

Além disso, 346 cargos de assistente de chancelaria foram transformados em 162 cargos de oficial, sem impacto nos custos. Para a Advocacia-Geral da União foram criados 560 cargos, que serão preenchidos neste e no próximo ano. Os dois projetos foram aprovados na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e têm caráter conclusivo, o que significa que seguem para o Senado e não precisam ser votados pelo plenário, se não houver recurso para esse fim.

Tudo o que sabemos sobre:
Câmaracargosexecutivo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.