Câmara aprova aumento do imposto sobre combustíveis

O plenário da Câmara aprovou na noite desta quarta-feira, em segundo turno, por 416 votos a um, a proposta de emenda constitucional que aumenta de 25% para 29% o porcentual dos recursos da Cide, contribuição cobrada sobre combustíveis que é repassada pela União aos Estados.A proposta seguirá agora para votação no Senado, também em dois turnos. A aprovação faz parte do acordo pelo qual o governo conseguiu aprovar a medida provisória que permitiu o repasse aos Estados e é um dos itens da segunda etapa da reforma tributária. A proposta preserva a exigência de aplicação dos recursos em programas de infra-estrutura de transporte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.