Câmara afasta prefeito detido em boca-de-fumo

A Câmara Municipal de Raposos, na região metropolitana de Belo Horizonte, decidiu hoje afastar o prefeito João Carlos da Aparecida (PT) depois que ele foi preso em flagrante numa boca-de-fumo na capital.

AE, Agencia Estado

26 de outubro de 2009 | 19h49

O político, de 45 anos, foi encontrado ontem com três pedras de crack. Ele foi indiciado como usuário e liberado pela polícia de Belo Horizonte.

Foi a segunda vez que o prefeito de Raposos foi preso com drogas. Por decisão dos vereadores, ele ficará afastado do cargo por 180 dias para ser submetido a um tratamento contra dependência química.

Tudo o que sabemos sobre:
prefeitocrackCâmaraRaposos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.