Câmara adia votação de relatórios do TCM

A Câmara dos Vereadores de São Paulo decidiu adiar por 10 dias a votação dos relatórios do Tribunal de Contas do Município (TCM), referentes as contas de 1992 da ex-prefeita Luiza Erundina (PSB), de 1993 a 1995 do ex-prefeito Paulo Maluf (PPB) e dos quatro anos da administração do ex-prefeito Celso Pitta (PPB). O adiamento da votação foi costurado nos bastidores pelo líder da prefeita Marta Suplicy (PT), na Câmara, vereador José Mentor (PT).O PT pretende derrubar os pareceres do TCM, que são favoráveis a Maluf e contrário a Erundina, e para isso precisa de 37 votos, que dificilmente conseguiria na sessão de hoje. Mentor acredita, que nos próximos 10 dias, terá arregimentado os votos necessários para derrubar os relatórios do TCM.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.