Calheiros nega acordo entre PMDB e PSDB

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL), candidato ao cargo de líder do partido no Senado, negou que o PMDB teria feito acordo com o PSDB para que os tucanos tenham direito de indicar o cargo de presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), considerado o mais importante da Casa. "Ninguém do PMDB fez esse acordo e será muito difícil a bancada do PMDB abrir mão desta prerrogativa", disse o líder, rebatendo informações de senadores do PSDB, segundo as quais o partido, em troca da indicação da CAE, abriria mão de indicar cargos importantes para a mesa do Senado. Esse assunto será objeto de discussão na reunião da bancada do PSDB, que será realizada depois da Ordem do Dia. Calheiros está participando neste momento de reunião com o presidente do Senado, Jáder Barbalho (PMDB-PA), para tentar um acordo em torno de um nome para a liderança do PMDB. Barbalho quer evitar a disputa, apesar da insistência do senador Ney Suassuna em concorrer ao cargo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.