Caixão de Campos é colocado no jazigo da família

Sob fogos de artifícios e palmas, o sepultamento de Eduardo Campos está sendo concluído no início da noite deste domingo, 17. O caixão do presidenciável foi colocado no jazigo da família, no cemitério de Santo Amaro, no Recife, ao lado dos restos mortais de Miguel Arraes, avô de Campos, morto em 2005, com o público presente entoando "Eduardo guerreiro, do povo brasileiro". Depois o público presente ficou em silêncio. A viúva Renata Campos e os filhos do casal acompanham a cerimônia. Campos, candidato do PSB à Presidência da República, morreu na última quarta-feira, 13, em um acidente aéreo em Santos, no litoral paulista.

DAIENE CARDOSO, ENVIADA ESPECIAL, Estadão Conteúdo

17 de agosto de 2014 | 18h57

Tudo o que sabemos sobre:
eduardo campos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.