Caixa encontrada no Fórum Social não tinha explosivos

A organização do Fórum Social Mundial informou que a caixa envolta em plástico encontrada esta tarde no prédio 40 da Pontifícia Universidade Católica (PUC), em Porto Alegre, não era uma bomba. O dado foi divulgado ao evento pela Brigada Militar (a PM gaúcha). Segundo a organização, isso "colocou um ponto final no único incidente ocorrido durante o Fórum Social Mundial, que recebeu um público estimado em 100 mil pessoas".A caixa tinha sido encontrada esta tarde em um banheiro masculino por uma funcionária da limpeza, que chamou a segurança. A Brigada Militar foi acionada e mobilizou o Grupamento de Ações Táticas Especiais (Gate), que retirou o material da PUC para uma análise mais cuidadosa. A perícia revelou que a caixa continha um punhado de areia e um relógio sem ponteiro enrolado em papel laminado. Havia também um bilhete com a frase "aqui dentro tem uma bomba". "Foi apenas uma brincadeira de mau gosto", disse o tenente-coronel Nelsohoner Sebages da Rocha.Veja o especial sobre os Fóruns de Davos e Porto Alegre

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.