Caixa adia balanço detalhado do Minha Casa, Minha Vida para 2ª feira

Entre os pontos que serão detalhados, a Caixa deve informar qual foi o volume contratado por faixa de renda

Fabiana Holtz, da Agência Estado,

21 de janeiro de 2011 | 12h39

SÃO PAULO - A Caixa Econômica Federal adiou para segunda-feira o balanço detalhado do programa "Minha Casa, Minha Vida" referente a 2010. O relatório também deve incluir o desempenho apurado nas primeiras semanas deste ano. A perspectiva era de que a divulgação fosse feita hoje. Conforme a assessoria de imprensa da instituição, a decisão foi necessária porque o levantamento ainda não está completo.

 

Entre os pontos que serão detalhados, a Caixa deve informar qual foi o volume contratado por faixa de renda. Originalmente, a meta do governo era contratar 400 mil unidades para famílias com renda de até três salários, outras 400 mil na faixa de três a seis salários e 200 mil na faixa de seis a dez.

 

Com relação ao futuro do programa, especialistas do setor afirmam que o mais importante a ser definido é a questão que envolve os tetos por faixa de renda e os respectivos subsídios. Entre 2011 e 2014, a meta do programa é contratar mais dois milhões de moradias.

Tudo o que sabemos sobre:
Minha Casa, Minha VidabalançoCaixa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.