Caiado: Temer não deixou outra alternativa que não seja processo de afastamento

Líder do Democratas no Senado diz que essa será a solução, se não houver renúncia

Isabela Bonfim e Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

18 de maio de 2017 | 17h14

BRASÍLIA - O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado (DEM-GO), afirmou que, sem a renúncia, a solução será dar início ao processo de afastamento de Michel Temer. A declaração veio logo após o pronunciamento do presidente da República na tarde desta quinta-feira. 

"Diante da recusa dos fatos, o gesto que se esperava era a renúncia para minimizar e dar mais celeridade à resolução da crise. O presidente não nos dá outra solução que não dar início ao processo de afastamento", afirmou. 

O senador disse que a classe política não pode se omitir. "É o Congresso Nacional que tem que determinar o caminho. Não podemos deixar que outros Poderes tomem a frente. Estamos diante de uma crise política, que se resolve com soluções políticas", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.