Cai o número de casos da dengue no Sudeste. Só 9 em SP

Em janeiro deste ano, houve uma redução expressiva dos casos de dengue no Estado de São Paulo. Apenas 9 pessoas contraíram essa doença contra 3.378, em igual período do ano passado. Em toda a região sudeste, a incidência caiu 51%, durante o ano de 2003. A exceção foi o Estado do Espírito Santo, onde cresceu 19%. Mas a situação está sob controle, garantiu hoje, nesta Capital, o diretor técnico de gestão da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério d a Saúde, Fabiano Pimenta, à Agência Brasil. Ele veio a São Paulo para uma reunião de avaliação dos trabalhos preventivos que são desenvolvidos na região sudeste.A meta para 2004, segundo Pimenta, é reduzir em 25% o número de casos que, em 2003, ultrapassou a 300 mil em todo o País. Apesar de o quadro ser considerado tranqüilo, ele adverte "que não se deve relaxar". A sua recomendação é para que a população continue a manter-se em estado de permanente alerta contra hábitos que possam contribuir para a proliferação do mosquito transmissor da dengue, o aedes aegypti. Ou seja, o descuido de deixar aberta a tampa da caixa d?água, pneus velhos, garrafas e outros obje tos que possam servir de depósito de água parada e limpa, criando assim as condições propícias de criadouros. Também observa a necessidade de sempre verificar calhas e canaletas, onde, às vezes, há obstrução do escoamento da água de chuva provocada por folhas e outros detritos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.