Cai movimento de caminhões em MT, MS e PR

Muitos caminhoneiros autônomos de cidades do interior do Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul aderiram à greve iniciada hoje, segundo informações de transportadoras locais. De acordo com os entrevistados, não houve bloqueios nas rodovias. Em Dourados (MS), o gerente da Transportadora Rodobrás, Carlos Alberto Santana, informou que o movimento dos caminhoneiros diminuiu pela metade. "A greve deve ganhar mais adesão a partir de amanhã, é como uma corrente", declarou. O gerente Orlando José, da transportadora Agotran, de Rondonópolis (MT), calcula que o número de caminhões em trânsito diminuiu entre 60% e 70% na região. "Está tudo muito parado, mas não existem piquetes", afirmou. Em Ponta Grossa (PR), o transportador da Matsuda, Marcos Viegas, acredita que a movimentação nas estradas também caiu cerca de 70%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.