Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Cai delegado de Ribeirão

Benedito Valencise, que comandou as investigações sobre a suposta máfia do lixo em Ribeirão Preto, não é mais delegado seccional da região. Ele foi informado ontem à tarde que estava exonerado e seria substituído por Rafael Rabinovici, do Departamento de Trânsito (Detran), em São Paulo. A Secretaria de Segurança Pública disse que se tratava de uma "mudança administrativa". O delegado deve tirar licença-prêmio e férias antes de saber seu novo destino profissional.A exoneração de Valencise, após quatro anos na cidade, coincide com a volta do deputado Antonio Palocci ao noticiário. Na semana passada, o Estado revelou que o advogado Rogério Buratti registrou em cartório uma retratação, inocentando Palocci das acusações que fizera no inquérito sobre a máfia do lixo. O delegado classificou a retratação de Buratti de "falcatrua", pois ele teria indicado todo o caminho para descobrir o esquema fraudulento em Ribeirão e é testemunha central da promotoria na denúncia contra Palocci.Ontem, após a demissão, o delegado desligou seu celular e no prédio onde mora não quis falar com jornalistas. O promotor Tiago Cintra Essado, que integra o Grupo de Atuação Especial Regional para Prevenção e Repressão ao Crime Organizado, defendeu o trabalho do delegado. "Valencise é um profissional excelente, que teve um papel importante no combate aos grupos de extermínio da cidade. Era um investigador operacional, não de gabinete, e exerceu um comando interno inibindo ações ilegais", ressaltou. "Ele pôs ordem na casa e é digno de elogio."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.