Cães de Bush recebem tratamento 5 estrelas em hotel paulista

Dois dias antes da chegada de George W. Bush, três pastores alemães da equipe de segurança do presidente dos EUA descansavam nesta terça-feira, 6, em uma suíte improvisada de um hotel em Guarulhos. "Temos por política não aceitar animais, mas a ocasião é especial e fizemos um canil especial para eles, que estão recebendo tratamento cinco estrelas", disse à Reuters por telefone o gerente-geral do São Paulo Airport Marriott Hotel, João Pedro Berger. Segundo ele, os cachorros comem e bebem alimentos trazidos dos Estados Unidos e contam com camas e climatização especiais. O hotel, cujas diárias custam em média 100 dólares, também é responsável pela limpeza das instalações improvisadas para os cachorros, localizadas em uma garagem do hotel. "Todo o pessoal do hotel está mobilizado para dar uma atenção diferente para os animais. Trabalho aqui há três anos e nunca vi algo parecido com isso", afirmou Berger. Os cachorros serão acompanhados no hotel pelos tripulantes do avião presidencial Air Force-1 e por parte da comitiva do presidente dos EUA. A equipe ocupará todo um piso do hotel, que tem 322 quartos em nove andares. Bush fará uma viagem pela América Latina entre os dias 8 e 14 de março. Ele ficará em São Paulo nesta quinta e sexta, quando se encontra com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e depois segue para Uruguai, Colômbia, Guatemala e México.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.