CAE do Senado aprova aportes externos ao Ceará e Sergipe

A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE) aprovou na manhã desta terça-feira, 10, quatro operações de crédito externo de US$ 826,2 bilhões (quase R$ 2 bilhões, pelo câmbio de hoje) para os Estados do Ceará e de Sergipe e o município do Rio de Janeiro. O colegiado aprovou também regime de urgência para que o plenário possa votar os pedidos ainda nesta tarde.

RICARDO BRITO, Agência Estado

10 Dezembro 2013 | 13h45

Duas operações beneficiam o Ceará. A primeira delas, US$ 350 milhões, é com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), com aval da União. Os recursos destinam-se ao financiamento parcial do projeto de apoio ao crescimento econômico do Estado. Os investimentos, de acordo com parecer do Tesouro Nacional, estão previstos no Plano Plurianual (PPA) do Ceará. A segunda, de US$ 400 milhões, será firmada com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), também com a chancela do governo federal. O dinheiro deverá ser aplicado no programa viário do Estado, para integrar regiões produtoras aos mercados consumidores e a portos e aeroportos.

A comissão aprovou também autorização para o município do Rio de Janeiro contratar operação de crédito externo com o Bird, no valor de até US$ 16,2 milhões, com aval da União, para financiar parcialmente o "Projeto Rio de Excelência". A última operação aprovada, de US$ 60 milhões entre o BID e o Estado de Sergipe, tem por objetivo financiar parcialmente o Programa de Desenvolvimento do Turismo no estado.

Mais conteúdo sobre:
crédito Sergipe Ceará

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.