CAE aprova dois empréstimos externos ao Estado de SP

A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE) aprovou dois empréstimos externos para o Estado de São Paulo. O primeiro, no valor de US$ 20 milhões, do Banco Interamericano de Desenvolvimento, é para a modernização da gestão fiscal do governo do Estado. O segundo empréstimo será no valor de US$ 209 milhões, de um consórcio japonês liderado pelo Japan Bank, destinado ao financiamento das obras da terceira etapa do Metrô de São Paulo. Limite O líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), afirmou o governo estadual atingiu o seu limite de endividamento externo, restabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Segundo ele, esse valor é de R$ 98,6 bilhões e foi atingido com os US$ 20 milhões que serão emprestados agora pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.