Gabriela Biló/ Estadão
Gabriela Biló/ Estadão

AO VIVO

Eleições: 2020: notícias, resultados e apuração do 2° turno

‘Cada vez mais, o índio é um ser humano igual a nós’, diz Jair Bolsonaro

Em transmissão nas redes sociais, presidente disse ainda que o índio ‘mudou’ e ‘tá evoluindo’; entidade afirma que irá processá-lo por crime de racismo

João Ker, O Estado de S.Paulo

24 de janeiro de 2020 | 10h27

Durante a tradicional transmissão ao vivo nas redes sociais que faz nas quintas, o presidente Jair Bolsonaro falou nesta quinta, 23, que "cada vez mais, o índio é um ser humano igual a nós”.

A declaração foi feita enquanto o presidente explicava a criação do Conselho da Amazônia e ações de seu governo para a proteção de terras indígenas. "O índio mudou, tá evoluindo. (...) Fazer com que o índio cada mais se entregue à sociedade e seja cada vez mais dono da sua terra indígena”, declarou.

Na última terça, o governo já havia anunciado a criação do Conselho da Amazônia, liderado pelo vice-presidente Hamilton Mourão, e da Força Nacional Ambiental, cuja atuação também seria prioritariamente na Floresta Amazônica. O grupo será composto por órgãos ambientais e policiais militares da região e de outros Estados, mas ainda não há prazo para iniciar os trabalhos.

Já o órgão liderado por Mourão será um trabalho de ação coordenada interministerial para o “desenvolvimento sustentável”, segundo Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente. Ele tratará dos esforços de fiscalização, regularização fundiária, zoneamento econômico e pagamento de serviços ambientais.

De acordo com Sonia Guajajara, coordenadora executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil - APIB e candidata a vice-presidente do Brasil pelo PSOL em 2018, a entidade irá denunciar Bolsonaro na Justiça pelo crime de racismo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.