Fernando Gallo/Estadão
Fernando Gallo/Estadão

Cachoeira visita túmulo da mãe e reclama de 'perseguição da imprensa'

Na semana em que deixou o presídio da Papuda, o contraventor foi a cemitério em Anápolis (GO)

Rubens Santos, especial para O Estado

23 de novembro de 2012 | 17h15

GOIÂNIA - Mais magro, calado e com cabelos escurecidos, o contraventor Carlos Augusto Ramos de Almeida, o Carlinhos Cachoeira, visitou nesta sexta-feira, 23, o túmulo de sua mãe, Maria José Almeida Ramos, no Cemitério São Miguel, em Anápolis, distante 64 quilômetros de Goiânia (GO).

A visita acabou com um desabafo de Cachoeira para um dos seus advogados, Cléber Lopes: "Estou cansado da perseguição da imprensa", disse o empresário, que foi solto nesta semana após ficar 9 meses preso no presídio da Papuda, em Brasília, mas que está sob ameaça de nova prisão pelo Ministério Público Federal (MPF). "Estou sendo perseguido pelas ruas, no shopping, até onde vou cortar cabelo tem o cerco dos repórteres e das câmeras", reclamou. A exposição na mídia não tem poupado, segundo ele, os encontros com parentes ou a mulher, Andressa Mendonça.

De acordo com Fernando Cunha, vereador em Anápolis pelo PSDB e sobrinho do contraventor, a morte de Dona Zezé, tida como a matriarca da família, teve repercussões negativas. Dona Zezé morreu no dia 16 de abril, por falência múltipla de órgãos, 48 dias após a prisão de Cachoeira pela Operação Monte Carlo e sua transferência para a penitenciária de segurança máxima em Mossoró (RN).

"O Carlinhos Cachoeira está exposto porque há uma campanha, da imprensa e do Ministério Público Federal (MPF), para mantê-lo preso", disse o advogado Cléber Lopes. "O Ministério Público tem o direito subjetivo de denunciá-lo", disse o advogado. "Mas, o que se vê? Todo mundo quer prender o Cachoeira; porque isso dá Ibope?", questionou.

Passaporte. Por meio de seu advogado, Cachoeira entregou seu passaporte na tarde desta sexta-feira na seção de Protocolo da 11a. Vara da Justiça Federal em Goiânia (GO). O contraventor terá de enfrentar o novo processo, apresentado pelo Ministério Público Federal (MPF), em que é acusado do crime de contrabando.

Tudo o que sabemos sobre:
CachoeiraAnápolisGO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.