Cachoeira falará ao Conselho de Ética do Senado no dia 23

Calendário de depoimentos do processo contra Demóstenes Torres foi aprovado por parlamentares

Eugênia Lopes - Agência Estado

10 de maio de 2012 | 11h42

BRASÍLIA - O contraventor Carlinhos Cachoeira vai depor no dia 23 de maio no Conselho de Ética do Senado para esclarecer suas relações com o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO). A data foi definida pelo senadores, que aprovaram nesta quinta-feira, 10, o calendário de depoimentos no processo contra o parlamentar goiano, suspeito de envolvimento no esquema de Cachoeira.

 

Nos dias 15 e 16 de maio serão ouvidos, respectivamente, os delegados e procuradores responsáveis pelas operações Vegas e Monte Carlo. No dia 22 será a vez do advogado Rui Cruvinel, como testemunha de Demóstenes. O senador vai depor no dia 28.

 

O relator, senador Humberto Costa, acredita que o processo, aberto na última terça-feira, estará finalizado no final de junho, para que seja votado pelo plenário do Senado antes do recesso parlamentar, que começará em 18 de julho. O parlamentar quer buscar informações que deixem caracterizado que as relações de Demóstenes com Cachoeira não se restringiam a mera amizade.

 

Também na reunião desta quinta foram aprovados requerimentos para o compartilhamento de dados com a CPI do Cachoeira, das operações Vegas e Monte Carlo. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.