Cabral quer PMDB e PT juntos na disputa ao governo

O governador do Rio de janeiro, Sérgio Cabral Filho, afirmou na noite deste domingo que espera ver repetida nas eleições para o governo do Estado a dobradinha entre o PMDB e o PT, coligação que o elegeu. Ao chegar ao Sambódromo, Cabral ressaltou que o partido tem um bom candidato, o seu atual vice-governador, Luiz Fernando Pezão. "Temos um candidato qualificado, um bom gestor", afirmou.

EQUIPE AE, Agência Estado

11 de fevereiro de 2013 | 20h40

Sobre a presença de policias em camarotes na Marques de Sapucaí, Cabral adiantou que o governo está analisando, mas, que será preciso ver "caso a caso". Mas, indicou que haveria punições caso haja uma infração nas regras.

Sobre o apoio do governo ao Carnaval do Rio, o governador afirmou que Estados como Bahia e Pernambuco, que tem grandes festas, também apoiam. Segundo ele, o importante é que as escolas de samba sejam o mais transparentes possível em suas prestações de contas. Mas, ponderou que o governo não financia diretamente as escolas, e sim uma entidade que congrega todas as agremiações.

Sobre uma fiscalização mais atenta ao uso pelas escolas dessas verbas, o governador afirmou que essa deveria ser uma cobrança do componente da escola. "O governo já tem muita preocupação com saúde e segurança."

Tudo o que sabemos sobre:
RJCabraleleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.