Cabral diz estar preocupado com pagamento de servidores

O governador eleito, Sérgio Cabral Filho (PMDB), manifestou nesta segunda-feira, 11, preocupação com o pagamento do salário dos servidores em seu primeiro mês de governo diante da situação financeira ruim do governo do Estado do Rio. "Eu apenas estou atento, junto com a minha equipe, à questão do fluxo de caixa, se estarão disponíveis recursos do tesouro, já que o salário de dezembro é pago nos dez primeiros dias de janeiro", disse Cabral. A 20 dias da posse, o futuro governador diz ainda não ter todas as informações sobre a situação financeira que herdará de Rosinha Garotinho (PMDB). Cabral conseguiu a adesão do PDT à sua futura base aliada. Numa palestra para os conselheiros da Universidade Estácio de Sá, defendeu a criação de projetos em parceria com a iniciativa privada e afirmou que tratará a segurança pública de maneira responsável e sem interferências políticas. "Temos de devolver a tranqüilidade à nossa população. Sem isso não há crescimento econômico", disse ele. O governador eleito embarca nesta terça-feira para a Argentina, onde visitará o presidente Néstor Kirchner e seus auxiliares. Na quinta-feira, de volta ao Rio, ele recebe os ministros da Casa Civil, Dilma Roussef, e dos Esportes, Orlando Silva, para uma conversa sobre o Pan-Americano de 2007.

Agencia Estado,

11 Dezembro 2006 | 19h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.