Cabral anuncia preservação de prédio que seria demolido

Em mais um gesto na tentativa de recuperar a imagem abalada por uma série de protestos e problemas na administração, o governador Sérgio Cabral (PMDB) anunciou nesta segunda-feira nas redes sociais que outro imóvel ameaçado de demolição no entorno do Maracanã, a Escola Municipal Friedenreich, será preservada e ficará onde está. Na semana passada, o "pacote de bondades" criado pelo governador para o entorno do Maracanã foi anunciado em duas etapas, primeiro com a decisão de não mais demolir o parque aquático Júlio Delamare e depois com a preservação do estádio de atletismo Célio de Barros.

LUCIANA NUNES LEAL, Agência Estado

05 de agosto de 2013 | 17h48

O governador anunciou a decisão de não demolir a escola em sua conta no Twitter, pouco antes das 17 horas desta segunda-feira, 5. Também ublicou no Diário Oficial o decreto que regulamenta o uso de helicópteros do governo estadual, uma resposta à revelação de que a mulher do governador, os filhos, a babá e o cachorro Juquinha usavam um helicóptero oficial para passar os fins de semana na casa de veraneio de Mangaratiba, na Costa do Sol.

Cabral alegou que era uma questão de segurança. O mesmo argumento, "questão de segurança", está no decreto como justificativa para o uso de helicóptero, mas agora restrito "às autoridades" (o governador, o vice, presidentes de Poderes, secretários e presidentes de autarquias e empresas públicas). Fora a segurança, o uso é restrito a missão oficial e "desempenho de atividades próprias dos serviços públicos".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.