Cabral ainda acredita em entendimento entre Jobim e Temer

O governador do Rio, Sérgio Cabral Filho (PMDB), confirmou nesta sexta-feira que está complicado o entendimento entre os candidatos à presidência do PMDB, Nelson Jobim e Michel Temer, mas afirmou que ainda tem esperança de que o partido chegue a uma candidatura única. A ala de Cabral defende que Temer renuncie à candidatura em favor de Jobim. A convenção nacional do PMDB está marcada para 11 de março. "Eu acho que hoje não há ainda ambiente para um entendimento, mas vamos tentar construir. Política é assim mesmo", disse Cabral em um evento de tecnologia da informação, no Rio de Janeiro. Na última quinta-feira, a chapa dos dois candidatos foi inscrita no PMDB. Porém, Cabral não acredita que seja irreversível. "Eu torci e torço por esse entendimento, mas a inscrição é só o cumprimento de uma determinação legal. Espero que até a convenção se chegue a um acordo", acrescentou o governador. O governador também disse que não chegou a ver a avaliação que o presidente regional do partido, Anthony Garotinho, fez dos dois meses do seu governo. (Colaborou Adriana Chiarini)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.