Cabral adere à candidatura de Temer ao comando do PMDB

O governador do Rio, Sérgio Cabral Filho, aderiu à candidatura do deputado Michel Temer (SP) para a presidência do PMDB. Cabral é o maior aliado do presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), e do senador José Sarney.O governador do Rio enviou uma carta a Temer, na noite de quarta-feira, 7, autorizando o deputado a incluir seu nome na chapa com a qual ele deve disputar o comando do partido no próximo domingo, 11, na convenção nacional do PMDB.Com a participação de Cabral, que estava na linha de frente da candidatura adversária do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Nelson Jobim, Temer conseguiu neutralizar o boicote à convenção do partido, comandado pelo grupo de Renan e Sarney.Os governadores peemedebistas de Mato Grosso, Espírito Santo, Santa Catarina e Tocantins já fazem parte da chapa de Temer. Falta incluir apenas o nome do governador de Amazonas, Eduardo Braga, que comunicou a Temer sua adesão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.