Buscas incluem marqueteiro de prefeito gaúcho

Como parte da Operação Lava Jato, a Polícia Federal fez buscas em Porto Alegre na casa de Marcos Martinelli, marqueteiro da campanha à reeleição do prefeito da cidade, José Fortunati (PDT), e do engenheiro Eduardo Antonini, que foi presidente da Grêmio Empreendimentos até 2012, período em que a empresa construiu a Arena do clube gaúcho.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

17 Março 2014 | 21h25

Pelo Facebook, Martinelli disse que está em Roraima a trabalho e negou ligação com o esquema investigado pela PF. Ele contou que sua mulher deixou os policiais entrarem em sua casa. "Vasculharam tudo, reviraram tudo e nada encontraram, claro, pois nada de errado tinha." Antonini não respondeu às ligações da reportagem. Sem gravar entrevista, disse à Rádio Gaúcha que estava surpreso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.