Burocracia complica entrega de cestas básicas

Quatro mil cestas básicas, doadas pelo governo federal aos municípios cearenses de Madalena e Caridade, estão no depósito da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) há mais de duas semanas. Segundo o gerente da unidade, Arnaldo Dantas, elas ainda não foram procuradas pelos prefeitos. A prefeita de Madalena, Antônia Lobo Pinho Lima, estranhou o fato. Antônia disse que, no último dia 28, esteve no depósito e foi informada de que as cestas não haviam chegado. A Prefeitura de Caridade informou que não mandou apanhar os alimentos porque ainda está cadastrando os agricultores. Enquanto a burocracia e a falha na comunicação impedem que os alimentos cchegem aos flagelados da seca, os vereadores de Madalena denunciam produtos com prazo de validade vencido. De acordo com a denúncia, o problema ocorreu com a massa Cremilho (flocos de milho) e com o café Itapoá, das cestas doadas e já distribuídas pelo município e pelo governo do Ceará. Prefeitura e Defesa Civil estadual estão apurando o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.