Buraco se abre em rua de São Paulo durante escavação do metrô

Um buraco de aproximadamente 1,5metro de diâmetro se abriu em uma rua na zona oeste do SãoPaulo nesta quarta-feira, "possivelmente" devido à passagem doequipamento que realiza as escavações dos túneis da Linha 4 dometrô, informou a assessoria de imprensa da Companhia doMetropolitano de São Paulo.A abertura do buraco, na região das obras da Linha 4 do metrô,causou a interdição da Rua dos Pinheiros entre as ruas MouratoCoelho e Mateus Grou. De acordo com os engenheiros do ConsórcioVia Amarela, responsável pelas obras da Linha 4, "não há amenor possibilidade" de risco para a população. "À medida que o tatuzão (equipamento que escava os túneis)ia passando por baixo, houve um problema em cima", disse umassessor do consórcio à Reuters. O incidente ocorre sete meses depois que uma grande craterase abriu nas obras da estação Pinheiros, da mesma Linha 4,engolindo carros e provocando a morte de sete pessoas. Os engenheiros do consórcio farão uma avaliação para saberquando a rua poderá ser liberada. As causas que levaram àabertura do buraco serão investigadas, segundo a assessoria. Na noite de terça-feira a Companhia de Engenharia deTráfego (CET) já havia interditado, a pedido do Consórcio ViaAmarela, o mesmo trecho onde o asfalto cedeu nesta quarta. Naocasião, tanto Metrô quanto Consórcio informaram que se tratavade uma operação preventiva de segurança para permitir aoperação do tatuzão. (Por Eduardo Simões)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.