Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Bruno Covas é internado para exames de rotina, segundo boletim médico

Conforme boletim, procedimentos fazem parte da rotina de seu tratamento, iniciada no final de fevereiro, com aplicações de imunoterapia a cada três semanas

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2020 | 19h21

O prefeito de São Paulo Bruno Covas (PSDB) foi internado na noite desta segunda-feira, 29, para a realização de exames, segundo seu boletim médico. Os exames, conforme o boletim, fazem parte da rotina de seu tratamento de imunoterapia, iniciado no final de fevereiro, com aplicações a cada três semanas. 

A imunoterapia é um tipo de tratamento que começou a ser aplicado nos últimos 10 anos, e consiste em aplicações ambulatoriais de medicamentos para fortalecer o sistema imunológico, em sessões de 30 minutos.

Após quatro meses de imunoterapia, o prefeito tem previstas para hoje “a realização de endoscopia, ressonância nuclear magnética e PET/Scan”, diz o boletim. O texto, assinado por Fernando Ganem e por Maria Beatriz Souza Dias, também informa que “exames realizados em abril mostraram controle da lesão em linfonodos”, e que “clinicamente o prefeito está muito bem” e “apto a seguir suas atividades pessoais e profissionais sem maiores restrições”.  

Recentemente, Covas também foi diagnosticado com o novo coronavírus, mas não teve sintomas. Na última quarta-feira, 24, ele anunciou pelas redes sociais que havia sido liberado pelo médico a retornar a suas atividades.

O prefeito vem sendo acompanhado pelas equipes médicas coordenadas pelo Prof. Dr. David Uip, pelo Prof. Dr. Roberto Kalil Filho, Dr. Artur Katz e Dr. Tulio Eduardo Flesch Pfiffer. 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Bruno Covas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.