Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Bruno Covas conclui sexta sessão de quimioterapia e passa bem

Prefeito de São Paulo ainda terá de passar por mais duas sessões do tratamento contra câncer no sistema digestivo antes de nova avaliação

Redação, O Estado de S. Paulo

09 de janeiro de 2020 | 17h14

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), terminou nesta quinta-feira, 9, a sexta das sessões de quimioterapia as quais vem se submetendo para tratamento de um câncer metastático que atinge seu sistema digestivo. Segundo boletim médico divulgado pelo Hospital Sírio-Libanês, Covas “encontra-se em ótimo estado geral e praticamente não apresenta efeitos adversos”. A nota informa ainda que o prefeito “já recebeu alta e está apto a exercer suas atividades”.

Covas ainda tem mais duas sessões, uma daqui a duas semanas e outra programada para fevereiro, antes de receber nova avaliação sobre o andamento de seu tratamento. A quimioterapia serve, segundo os médicos, para reduzir o tamanho dos tumores, que atingem a cárdia (ligação entre o estômago e o esôfago), o fígado e as glândulas linfáticas do abdomen. Após essa bateria, há possibilidade, ainda não definida, de cirurgia nessas regiões para retirada do que restar dos tumores. 

Um dos especialistas que acompanha o prefeito, o médico Tulio Pfiffer informou em entrevista coletiva em dezembro que o tumor do fígado havia tido “redução expressiva” após a primeiro ciclo de quimioterapia, que consistiu em três sessões. 

Em entrevista ao Estado, Covas afirmou não cogitar a possibilidade de se licenciar do cargo, mas que sairá se for necessário. “Havendo forças para continuar, continuo” , disse o prefeito.

Tudo o que sabemos sobre:
Bruno Covas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.