Brizola suspeita de armação do governo na invasão do MST

O presidente nacional do PDT, Leonel Brizola, acusou nesta terça-feira o governo federal de ?armar? a invasão do MST à fazenda da família do presidente Fernando Henrique Cardoso, em Buritis (MG), no sábado passado. ?Achei tudo tão bem feito que pareceu um episódio montado para evitar que o governo repasse seu desgaste para seu candidato à presidência?, disse.De passagem pelo Rio Grande do Sul, onde participa das negociações para a formação da Frente Trabalhista com o PPS e o PTB, Brizola disse que, diante das facilidades encontradas pelos invasores, só faltou uma recepção com cerimonial. ?As câmeras fotográficas chegaram logo, calmamente?, disse. Para o líder pedetista, a invasão foi planejada para se tornar chocante.Brizola também criticou o PT, por ter tentado se desvincular do MST para não sofrer o desgaste do episódio. ?Eles deveriam exigir investigação para saber quem foi que promoveu a invasão?, afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.