Brizola Neto diz que PDT está com Haddad

Para ministro apoio de Paulinho da Força a Serra é decisão 'caráter pessoal' do ex-candidato

Daiene Cardoso - Agência Estado,

17 de outubro de 2012 | 14h09

São Paulo, 17 - O ministro do Trabalho, Brizola Neto, disse nesta quarta-feira, 17, que a decisão do Diretório Nacional do PDT de apoiar o candidato do PT a prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, se deve ao fato de a disputa paulistana ter conquistado um caráter nacional. Segundo o ministro, que é pedetista, o apoio ao tucano José Serra declarado pelo presidente do Diretório Estadual do PDT, deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, foi uma decisão isolada.

"A decisão do Paulinho foi isolada, foi uma decisão de caráter pessoal", disse o ministro, que participou de ato de sindicalistas em apoio à candidatura de Haddad, nesta quarta, na capital paulista.

Segundo Brizola, a decisão do Diretório Nacional de formalizar o apoio a Haddad não representa uma intervenção no Diretório Estadual porque o partido em São Paulo não havia feito uma deliberação institucional sobre o apoio a Serra. Para o ministro, acompanhar a posição assumida por Paulinho "colocaria o PDT de São Paulo na contramão da história do trabalhismo brasileiro".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.