Brizola diz que deve apoiar Ciro

O presidente nacional do PDT, Leonel Brizola, afirmou em entrevista à Rádio Gaúcha que seu partido deverá fechar uma aliança com o PPS e o PTB, para dar maior força e espaço no horário eleitoral para Ciro Gomes, candidato à Presidência da República. Segundo Brizola, Ciro Gomes, do PPS, é de todos o "mais bem preparado candidato a presidente da República".Brizola disse que examina, no momento, como a composição com Ciro poderá ser projetada nos Estados. "Nós estamos procurando construir esta aliança trabalhista", disse. Ele afirmou ainda que não veta a candidatura de Antonio Britto, do PPS, ao governo do Rio Grande do Sul. "Uma composição sempre é uma soma de opiniões", disse Brizola. Por isso, segundo ele, ninguém está criando problemas. Leonel Brizola aproveitou a entrevista para atacar o governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, do PSB. "A rigor, é uma vergonha para um país como o nosso admitir a candidatura de um demagogo que nós conhecemos", afirmou. Como Garotinho foi eleito governador do Rio com o fundamental apoio de Brizola, o presidente do PDT fez um mea culpa: "Nós lamentamos termos contribuído para a ascensão deste personagem".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.