Brizola acusa Lula de omissão indesculpável

O presidente nacional do PDT, Leonel Brizola, disse, nesta segunda-feira, que a falta de diálogo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com os partidos que apoiaram sua candidatura é uma "omissão indesculpável".Segundo Brizola, Lula deveria reunir as forças políticas mais próximas do PT para discutir as reformas. Preocupado com o rumo da política econômica, o líder trabalhista advertiu, ainda, que o Banco Central deveria estar subordinado à República e não aos banqueiros.Para Brizola, Lula pode ser traído pela direita. "O que está acontecendo com o nosso presidente Lula é uma situação parecida com o que ocorreu com João Goulart (ex-presidente)", comparou Brizola, durante uma participação num encontro do PDT gaúcho, em Porto Alegre."Se ele (Goulart) estivesse aqui na legalidade, sentindo o cheiro de pólvora conosco, sentiria tudo diferente", afirmou. "Mas não, ele ficou lá com aqueles golpistas, que, quando puderam, avançaram contra ele."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.