Brizola acusa FHC de "crime de responsabilidade"

O presidente nacional do PDT, Leonel Brizola, disse nesta sexta-feira, no Recife, que o presidenteFernando Henrique Cardoso deveria responder a crime de responsabilidade diante da sua atuação para barrar a CPI daCorrupção."Ele fez pior do que ACM e Arruda", afirmou, referindo-se aos senadores Antonio Carlos Magalhães (PFL) e JoséRoberto Arruda (sem partido), envolvidos na violação do painel eletrônico do Senado.Segundo o líder pedetista, o presidente"fez feio em coagir deputados e senadores". Ele demonstrou assombro por "tudo ter sido feito com a complacência dapresidência do Congresso".Brizola informou ter solicitado à Comissão de Ética do partido a instauração de processo visando a expulsão do deputadofederal Serafim Vanzoni (PDT-SC), que foi contra a CPI. "Provavelmente não haverá outro caminho para ele", afirmou.Osecretário nacional do partido, Manoel Dias, que acompanhava Brizola, disse que a decisão de abertura de processo foi tomadadepois de contatos telefônicos com todos os membros da Executiva Nacional e a bancada federal.Doas e Brizola estavamnesta quarta-feira em Fortaleza. No Recife, Brizola participou da solenidade de filiação ao partido do deputado estadual GuilhermeUchôa (ex-PMDB) e mais 26 vereadores e prefeitos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.