Britânicos estão cada vez mais pagãos, reclama arcebispo católico

Os britânicos afastaram-se da religião nos últimos 50 anos, mas nem todos abdicaram de sua fé em Deus, acredita o líder da Igreja Católica na Inglaterra e no País de Gales."Nos últimos 50 anos, a Grã-Bretanha tornou-se, de um ponto de vista cristão, muito pagã. As crianças não mais aprendem religião na maioria das escolas", disse o arcebispo de Westminster Murphy O´Connor em entrevista concedida ao jornal Daily Telegraph e publicada hoje."Mesmo assim, apesar de ser este um país pagão, as pessoas não abandonaram totalmente a religião, não negam Deus nem a própria espiritualidade", comentou o cardeal O´Connor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.