Brindeiro ratifica inquérito contra deputado Ronivon Santiago

O procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, ratificou denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal no Acre e pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que dê prosseguimento ao inquérito no qual o deputado federal Ronivon Santiago (PP-AC) é investigado por suposta corrupção eleitoral.Na campanha do ano passado, Santiago e outros suspeitos teriam prometido R$ 100 em troca de votos. Para o Ministério Público, apenas a oferta do dinheiro já configuraria um crime. ?Basta que haja o oferecimento de dinheiro ou dádiva, ou qualquer outra vantagem, para que alguém dê o voto, mesmo que a oferta não seja aceita?, sustentou o Ministério Público.Inquérito contra Cunha é arquivado...Em uma decisão divulgada nesta terça-feira, a ministra Ellen Gracie, do STF, determinou o arquivamento do inquérito no qual o presidente da Câmara dos Deputados, João Paulo Cunha (PT-SP), era acusado de suposta falsidade ideológica. Os problemas teriam ocorrido na época em que o parlamentar estava matriculado no curso de direito do Centro Universitário FIEO, em Osasco.O deputado era suspeito de não comparecer às aulas e de pedir a outra pessoa que assinasse as listas de presença em seu nome. Em sua defesa, João Paulo disse que freqüentava as aulas às segundas, terças, sextas e sábados e que desconhecia a existência de listas de presença. ...e o inquérito contra o ex-governador Fleury tambémEm outra decisão, o ministro Sydney Sanches determinou o arquivamento de um inquérito no qual o ex-governador e deputado federal Luiz Antonio Fleury Filho era acusado de praticar crimes contra o sistema financeiro nacional e contra a ordem tributária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.