Brindeiro opõe-se a habeas-corpus para Nicolau

Se dependesse do procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, o juizaposentado Nicolau dos Santos Neto deveria continuar preso.Brindeiro encaminhou nesta terça-feira um parecer ao Supremo TribunalFederal (STF), sugerindo que seja negado o pedido de habeas-corpus feito pelo advogado de Nicolau, Alberto Zacharias Toron.Ojuiz aposentado é acusado de desviar recursos da obra do Fórum Trabalhista de São Paulo.Em seu parecer, Brindeiro afirma que é necessário manter a prisão preventiva do ex-presidente do Tribunal Regional do Trabalho(TRT) de São Paulo como forma de garantir a ordem pública.?Em que pese tratar-se de pessoa de idade provecta, primária e debons antecedentes, não há como afastar a magnitude das condutas a ele imputadas e a necessidade de manutenção da custódiapreventiva?, opinou Brindeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.