Estadão
Estadão

Brazil Conference reúne presidenciáveis neste sábado; ‘Estadão’ transmite painel

Evento, que tem início às 19h, terá presença de Doria, Leite, Ciro, Haddad e Huck, todos cotados como possíveis candidatos em 2022

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de abril de 2021 | 05h00

A Brazil Conference at Harvard & MIT reúne neste sábado, 17, no painel “Desafios do Brasil”, os governadores João Doria (PSDB-SP) e Eduardo Leite (PSDB-RS), o apresentador Luciano Huck, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) – todos cotados para disputar o Palácio do Planalto em 2022.

O painel tem início às 19h e encerra a edição deste ano do evento, organizado pela comunidade de estudantes brasileiros de Boston (EUA), em parceria com o Estadão. A conversa terá mediação da jornalista Eliane Cantanhêde, colunista do jornal, e do ex-secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (governo Michel Temer) Hussein Kalout.O painel com os presidenciáveis será transmitido ao vivo pelo portal estadão.com.br e nas plataformas do jornal.

Fortalecimento do SUS

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM), também cotado como presidenciável, debaterá o fortalecimento do Sistema Único de Saúde, neste sábado, 17, com o ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga, a professora de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro Lígia Bahia e o economista Carlos Gadelha. Este debate, que tem início às 11h, também terá transmissão ao vivo pelo portal estadao.com.br, assim como o painel especial com o empresário Jorge Paulo Lemann, que começa às 12h45.

Nas edições anteriores, o evento já teve participação dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Dilma Rousseff. Em 2019, houve palestra do vice-presidente Hamilton Mourão. Pela Brazil Conference já passaram ainda o prêmio Nobel de Economia Michael Kremer, os ministros do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux, Luís Roberto Barroso e Gilmar Mendes, além de empresários como Jorge Paulo Lemann e Warren Buffet.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.